Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/9838
Título: Caracterização da hiperpigmentação pós inflamatória relacionada à acne por microscopia confocal de reflectância : aspectos morfológicos e estruturais
Characterization of post-inflammatory hyperpigmentation related to acne by reflectance confocal microscopy : morphological and structural aspects
Autores: Martini, Ana Paula M.
Costa, Gabriela M. D.
Campos, Patrícia M. B. G. Maia
Palavras-chave: MEDICINA
PELE
ESTUDOS DE CASO
MEDICINE
SKIN
CASE STUDIES
HIPERPIGMENTAÇÃO
MICROSCOPIA CONFOCAL DE REFLECTÂNCIA
REFLECTANCE CONFOCAL MICROSCOPY
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: Hiperpigmentação Pós Inflamatória (HPI) é uma desordem pigmentar comum em pacientes com pele pigmentada. Exames histológicos e clínicos são utilizados para o diagnóstico de HPI e para determinar o tratamento correto. Entretanto, a Microscopia Confocal de Reflectância à laser (MCR) tem potencial para substituir esses métodos, pois é uma técnica avançada de imagem, não invasiva e possui maior precisão diagnóstica do que a dermatoscopia. O objetivo deste estudo foi caracterizar a HPI e correlacionar os principais aspectos observados por MCR às características macroscópicas da HPI relacionada à acne. Para tal, 12 participantes de pesquisa com diagnóstico prévio de acne e HPI foram selecionadas e avaliadas por MCR. O brilho da camada basal, a espessura da junção dermoepidérmica (JDE) e a profundidade das papilas dérmicas foram quantificados e as características morfológicas e estruturais da JDE foram analisadas. Os resultados mostraram aumento da pigmentação epidérmica, redução da espessura da JDE e espessura da epiderme. Melanófagos foram observados na derme papilar, assim como mudanças no tamanho e na forma das papilas dérmicas. Por fim, este estudo descreve as características da HPI a fim de auxiliar os dermatologistas no diagnóstico de PIH com um método inovador que reduz o estresse associado à biópsia histológica.
Post-Inflammatory Hyperpigmentation (PIH) is a common pigmentary disorder in patients with pigmented skin. Histological and clinical exams have been used for the diagnosis of PIH and to determine the correct treatment. However, Reflectance Confocal Microscopy (RCM) has the potential to replace these methods since it is a noninvasive advanced technique and has a higher diagnostic accuracy than dermatoscopy. The aim of this study was to characterize PIH and correlate the main aspects observed by RCM with the macroscopic characteristics of acne-related PIH. Thus, 12 subjects with previously diagnosed acne and PIH were selected for the study. PIH was evaluated by RCM. The brightness of the basal cell layer, the dermal-epidermal junction (DEJ) thickness, and the depth of dermal papillae were quantified and the morphological and structural features of the DEJ were analyzed. The results showed an increase of epidermal pigmentation, a reduction of DEJ thickness, and no change in epidermal thickness. Melanophages were observed in the papillary dermis, as well as changes in the size and shape of dermal papillae. Finally, the study describes the characteristics of PIH and can help dermatologists to diagnose PIH with an innovative method that reduces the stress associated with a histological biopsy
Descrição: Biomedical and biopharmaceutical research : jornal de investigação biomédica e biofarmacêutica
URI: http://hdl.handle.net/10437/9838
ISSN: 2182-2379
Aparece nas colecções:Biomedical and Biopharmaceutical Research Vol.16 n.º1 (2019)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
art8.pdfArtigo484.4 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.