Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/14300
Título: Implicações da hora de saída do trabalho na formação de impressões
Autores: Cruz, Bernardo Mateus
Orientadores: Luís, Silvia, orient.
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES
PSICOLOGIA
PSYCHOLOGY
PSICOLOGIA SOCIAL
SOCIAL PSYCHOLOGY
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL
ORGANIZATIONAL PSYCHOLOGY
COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL
ORGANIZATIONAL BEHAVIOUR
CIDADANIA
CITIZENSHIP
Resumo: O presente trabalho explora as implicações da hora de saída do trabalho nas impressões formadas sobre os trabalhadores. Foi utilizado um design experimental para analisar de que forma o horário de saída do trabalho (a horas vs. 1h30 mais tarde) era avaliado (intelectualidade, sociabilidade e moralidade; N = 332). Na análise deste efeito foi controlado o sexo do alvo (homem vs. mulher) e o efeito moderador da idade e do estatuo socioeconómico percebido de quem forma a impressão. Formularam-se como hipóteses que as pessoas percecionam diferentes níveis de intelectualidade (H1), sociabilidade (H2) e moralidade (H3) em função do horário de saída de um trabalhador. Era ainda esperado que a idade (H4) e o ESS (H5) moderassem estes efeitos. Correlações bivariadas evidenciaram uma relação entre o horário de trabalho e a sociabilidade: o trabalhador que sai a horas é visto como mais social. As análises de dupla moderação embora se tenham apresentado como adequadas, apenas a idade revelou moderar a impressão de sociabilidade e moralidade. As pessoas que saem à hora prevista no trabalho, são avaliadas por pessoas de maior idade como sendo mais sociais e morais. De um outro modo, quem sai 1h30m depois da hora prevista, é vista pelos mais novos como sendo mais moral. O género do alvo também influenciou a formação de impressão sendo que as mulheres foram percebidas como mais intelectuais e afetuosas do que os homens. Estes resultados destacam a importância de estudar o horário de saída do trabalho, pelo impacto que pode ter no relacionamento interpessoal numa organização por via das impressões. Palavras-chave: Horário de trabalho; Impressões; Estilos de impressão; Comportamento de cidadania organizacional; Presentismo
The present work explores the implications of work leaving time on the impressions formed about workers. An experimental design was conducted to analyse the effect of work leaving time (on time vs. 1h30min later) on the impression formed of the described worker (intellectuality; sociability; morality; N = 332). In the analysis of this effect, worker gender (man vs. women) was controlled and the moderating effect of age and perceived socioeconomic status of who forms the impression. Hypotheses were formulated that people perceive different levels of intellectuality (H1), sociability (H2) and morality (H3) depending on the time a worker leaves the office. Age (H4) and SES (H5) were also expected to moderate these effects. Bivariate correlations showed a relation between work leaving time and sociability: the worker who went out more was seen as less social. Although double moderation analysis appeared to be adequate, only age was found to moderate the impression of sociability and morality. More specifically, people who leave work on time are evaluated by older people as being more social and moral. In another way, those who leave 1h30m later than expected, are seen by younger people as more moral. Worker’s gender also influenced the impression with women being perceived as more intellectual and more affectionate than men. These results highlight the importance of studying the informal working schedule, knowing that this can have a relevant impact on interpersonal relations in work through worker’s impressions. Keywords: Working Schedule; Impressions; Impressions styles; Organizational citizenship behaviour; Presentism
Descrição: Orientação: Sílvia Coelho Ribeiro Fernandes Luís Alves
URI: http://hdl.handle.net/10437/14300
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia Social e das Organizações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese final - pós defesa.pdfDissertação de Mestrado563.16 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.