Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/14218
Título: Revisão do estudo de ferramentas de modelagem ambiental para entender o real impacto dos produtos cosméticos na segurança ambiental
A review of the study of environmental modeling tools to understand the real impact of cosmetic products on environmental safety
Autores: Bianchi, Caroline Inácio
Campos, Patrícia M. B. G. Maia
Palavras-chave: CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS
PHARMACEUTICAL SCIENCES
PRODUTOS COSMÉTICOS
COSMETICS
IMPACTO AMBIENTAL
ENVIRONMENTAL IMPACT
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: Em contraste com a avaliação de risco à saúde humana, não há diretrizes definitivas para avaliação de risco ambiental de produtos cosméticos. O objetivo deste estudo foi realizar uma análise aprofundada de dez ferramentas de modelagem ambiental e estabelecer o melhor racional para avaliar o impacto na segurança ambiental considerando o recente cenário global de pandemia e evolução da mentalidade do consumidor. Foi realizada uma análise da literatura para as dez ferramentas ambientais de modelagem, sendo possível o download e comparação entre cada uma delas. O Chesar foi a ferramenta que se mostrou mais fácil para inserir dados e tem as etapas de aplicação mais claras e diretas e foi escolhida para a avaliação inicial de ingredientes que demonstram potenciais riscos ambientais. Para ferramentas de alto nível, não foi possível estabelecer comparação para escolha, pois os modelos são particulares e possuem poucos dados na literatura. Mesmo assim, para uma avaliação mais detalhada após a primeira avaliação inicial via Chesar, o iSTREEM pode ser usado. Este estudo fornece conhecimentos importantes sobre as ferramentas de modelagem e como estabelecer um racional para a avaliação de risco ambiental.
In contrast to human health risk assessment, there are no definitive guidelines for environmental risk assessment of cosmetic products. The objective of this study was to perform an in-depth analysis of ten modeling environmental tools and to establish the best rationale to assess the impact on environmental safety considering the recent global pandemic scenario and the evolution of the consumer mindset. A literature analysis was performed for the ten modeling environmental tools, and when possible, each was downloaded for comparison. Chesar was the tool that proved to be the easiest to enter data, and it has the more straightforward and direct application steps; thus, it was chosen for the initial assessment of ingredients that demonstrate potential environmental hazards. For high-level tools, it was not possible to establish a comparison for choice, as the models are private and have little data in the literature. Even so, for a more detailed assessment after the first initial assessment via Chesar, iSTREEM could be used. This study delivers important knowledge about the modeling tools and how to establish a rationale for environmental risk assessment.
Descrição: Biomedical and biopharmaceutical research : jornal de investigação biomédica e biofarmacêutica
URI: http://hdl.handle.net/10437/14218
Aparece nas colecções:Biomedical and Biopharmaceutical Research Vol.20 n.º1 (2023)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
bbr.20.1.312.pdfArtigo797.02 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.