Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/13249
Título: A Influência dos fatores relacionais no funcionamento sexual
Autores: Craveiro, Jorge Miguel Ferreira
Orientadores: Oliveira, Cátia Margarida dos Santos Pereira de, orient.
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE
PSICOLOGIA
SEXUALIDADE
INTIMIDADE
RELAÇÕES DE INTIMIDADE
MEDO
PSYCHOLOGY
SEXUALITY
INTIMACY
INTIMATE RELATIONSHIP
FEAR
Resumo: O funcionamento sexual é um conceito amplamente conhecido e estudado, que, só mais recentemente, começou a ser explorado na relação com algumas variáveis como a relação romântica, a satisfação conjugal e a intimidade. De forma a contribuir para o desenvolvimento de mais estudos que permitam a compreensão de como estas variáveis se relacionam, o presente estudo tem como objetivo explorar como a satisfação com diferentes áreas da vida conjugal e o medo da intimidade se relacionam com o funcionamento sexual, quer em homens, quer em mulheres da população portuguesa. O estudo teve um total de 265 participantes, dos quais 95 homens e 170 mulheres, com idades compreendidas entre os 18 e os 55 anos. Os participantes responderam a questionários disponibilizados online que permitiram avaliar as dimensões pretendidas. Os resultados mostraram que as mulheres com um bom funcionamento sexual apresentam valores superiores em todas as áreas da vida conjugal comparativamente com as mulheres com um baixo funcionamento sexual (p < .001). Em relação aos homens os dados indicaram que homens com maior funcionamento sexual apresentam valores significativamente superiores na dimensão da sexualidade na satisfação conjugal, comparativamente com homens com menor funcionamento sexual (p < 0.01). Por fim, as análises de regressão apontaram a sexualidade (β = .51, p < .001), e a rede social (β = .19, p = .03) como preditores do funcionamento sexual nas mulheres, e nos homens a sexualidade (β =. 73, p < .001) e a intimidade emocional (β = -.48, p = .006) como preditores do funcionamento sexual. Os resultados deste estudo permitem uma melhor compreensão do impacto de algumas variáveis presentes do relacionamento amoroso no funcionamento sexual. Espera-se contribuir para o desenvolvimento de novos estudos, no aperfeiçoamento da intervenção clínica em casais que sintam dificuldades no funcionamento sexual.
Sexual functioning is a widely known and studied concept that has only recently began to be explored in relation to some variables such as romantic relationship, marital satisfaction, and intimacy. To contribute to the development of more studies that allow the understanding of how these variables are related, this study aims to explore how satisfaction with different areas of marital life and fear of intimacy related to sexual functioning, both in men and women in the Portuguese population. The study had a total of 265 participants, 95 men and 170 women, aged between 18 and 55 years. Participants answered questionnaires available online that allowed the assessment of the several dimensions. The results showed that women with good sexual functioning punctuate higher in all areas of marital life compared to women with low sexual functioning (p < .001). Regarding men, the data indicated that men with greater sexual functioning have significantly higher values in the dimension of sexuality in marital satisfaction, compared to men with lesser sexual functioning (p < 0.01). Finally, regression analyzes pointed out sexuality (β =.51, p < .001), and social network (β =.19, p = .03) as predictors of sexual functioning in women, and sexuality (β =.73, p < .001) and emotional intimacy (β =-.48, p = .006) in man, as predictors of sexual functioning. The results of this study allow for a better understanding of the impact of some variables present in the love relationship on sexual functioning. It is expected to contribute to the development of new studies, in the improvement of clinical intervention in couples who experience difficulties in sexual functioning.
Descrição: Orientação: Cátia Margarida dos Santos Pereira de Oliveira
URI: http://hdl.handle.net/10437/13249
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado Em Psicologia Clínica e da Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado Final Jorge Craveiro.pdfDissertação890.44 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.