Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/12858
Título: O Serviço Social e a tomada decisão na jurisdição de menores em Portugal : uma reflexão sobre o papel da racionalidade
Social work and the decision-making in the jurisdiction of minors in Portugal : a reflection on the role of rationality
Autores: Mota, Gonçalo
Albuquerque, Cristina Pinto
Palavras-chave: SERVIÇO SOCIAL
ASSISTENTES SOCIAIS
PROCESSOS JUDICIAIS
TOMADA DE DECISÃO
PROTEÇÃO DE MENORES
SOCIAL WORK
SOCIAL WORKERS
LAWSUITS
DECISION MAKING
CHILD PROTECTION
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: O assistente social que trabalha no âmbito dos processos judiciais de promoção e proteção, promove decisões difíceis em contextos de incerteza, pautados por diversas circunstâncias que interferem na dinâmica do seu processo de pensamento e consequente tomada de decisão. A prática no quotidiano do Serviço Social é, assim, definida pelo excesso de procedimentos, fundada numa lógica burocrática, imposta pelas organizações, que vão limitando a execução do trabalho deste profissional. Em Portugal, podemos observar a exigência do cumprimento de orientações e normativos institucionais, corporizados em manuais de procedimentos, enquanto recurso obrigatório para a elaboração, nomeadamente, das informações e relatórios sociais, por parte do Serviço Social. Ao assistente social é exigido que, seguindo determinados referenciais, assegure que a avaliação do risco e o correspondente processo de decisão, se fundamente, necessariamente, num pensamento racional, evitando qualquer outro tipo de influência na sua tomada de decisão.
Descrição: Revista Temas Sociais
URI: http://hdl.handle.net/10437/12858
Aparece nas colecções:Revista Temas Sociais, Nº. 2 (2022)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
servico_social_tomada_decisao_jurisdicao_menores_portugal.pdf221.88 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.