Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/12855
Título: Felicidade laboral: uma abordagem cultural
Autores: Sousa, João Filipe Moura Barros de
Orientadores: Gomes, Sandra Vila Verde, orient.
Palavras-chave: MESTRADO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
FELICIDADE
TRABALHO
CULTURA
MULTICULTURALISMO
INTERCULTURALIDADE
HUMAN RESOURCES MANAGEMENT
HAPPINESS
LABOUR
CULTURE
MULTICULTURALISM
INTERCULTURALITY
Resumo: Num mundo e, consequentemente, num mercado de trabalho cada vez mais globalizado, onde os cidadãos veem com naturalidade viver e trabalhar noutro país, a multiculturalidade dentro das empresas é cada vez mais comum. Isto faz com que haja uma adaptação, quer da empresa, quer do próprio funcionário ao contexto laboral que está inserido. Cada cidadão é influenciado pela sua cultura e, mesmo trabalhando fora da sua terra natal, a cultura está presente em tudo o que fazemos nas nossas vidas. Desta feita há certos aspetos que determinado trabalhador, influenciado pela sua cultura, valoriza mais do que outros na vida e, por vezes, basta uma pequena adaptação desses aspetos, no contexto laboral para que o trabalhador se sinta mais feliz e, consequentemente, mais produtivo no seu local de trabalho. Desta forma, quisemos perceber quais os fatores que são mais valorizados no respetivo local de trabalho por trabalhadores de diferentes nacionalidades cruzando assim a felicidade laboral com as culturas nacionais. Para enquadrarmos melhor esta temática foi feita, primeiramente, uma revisão da literatura centrada nas questões da felicidade laboral e das culturas nacionais. Seguidamente, passamos um questionário a cento e trinta e três colaboradores de diferentes nacionalidades e, através de escalas previamente testadas e validadas, medimos a sua felicidade laboral e cruzamos esses resultados com dados sociodemográficos, onde se incluem a nacionalidade dos trabalhadores e o país em que trabalham atualmente.
In a world and, consequently, in an increasingly globalized labor market, where citizens naturally see themselves living and working in another country, multiculturalism within companies is increasingly common. This leads to an adaptation of both the company and the employee himself to the work context in which he is inserted. Every citizen is influenced by their culture, and even when working outside their homeland, culture is present in everything we do in our lives. In this sense, there are certain aspects that certain employees, influenced by their culture, value more than others in life and, sometimes, a small adaptation of these aspects in the work context is enough for the employee to feel happier and, consequently, more productive at their workplace. This way, we wanted to understand which factors are more valued in their workplace by workers of different nationalities, crossing this way work happiness with national cultures. To better frame this theme, we first conducted a literature review focused on the issues of work happiness and national cultures. Next, we gave a questionnaire to one hundred and thirty-three employees of different nationalities and, using previously tested and validated scales, we measured their work happiness and crossed these results with socio demographic data, including the nationality of the employees and the country in which they currently work.
Descrição: Orientação: Sandra Vila Verde Gomes ; co-orientação: Carlos Miguel Oliveira
URI: http://hdl.handle.net/10437/12855
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Gestão de Recursos Humanos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Felicidade Laboral_Uma Abordagem Cultural.pdfDissertação de Mestrado5.52 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.