Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/12847
Título: Estudo exploratório sobre a municipalização da saúde em Angola: caracterização dos recursos humanos da saúde e do perfil dos gestores das unidades de saúde e das instituições de formação na província de Cabinda
Exploratory study on municipalization of health in Angola: characterization of human resources for health staffing and health units’ managers’ profile in healthcare services and training institutions of Cabinda province
Autores: Macosso, Teresa Dalbertina
Macosso, Alberto Paca
Costa, Maria do Céu Gonçalves
Gregório, João Pedro Bernardo
Palavras-chave: BIOMEDICINA
PROFISSIONAIS DE SAÚDE
QUALIDADE NA SAÚDE
GESTÃO DA SAÚDE
BIOMEDICINE
HEALTH CARE PROFESSIONALS
HEALTH CARE QUALITY
HEALTH MANAGEMENT
ANGOLA
CABINDA
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: Em Angola, a escassez de recursos humanos para a saúde (RHS) é bem conhecida. Ultimamente, tem havido um enfoque nas estruturas de educação e formação profissional, bem como no perfil necessário dos gestores das Unidades de saúde da Província de Cabinda. O objetivo deste estudo foi descrever as perceções dos gestores de RHS das unidades de saúde sobre a formação e retenção de RHS. Foi realizado um estudo observacional transversal, com entrevistas semiestruturadas apoiadas por um inquérito, seguido por um grupo focal, dirigido a uma amostra de conveniência de gestores de RHS e de Unidades de Saúde. Participaram 10 unidades de saúde e foram inquiridos 13 gestores. Quanto aos RHS, há uma maioria de enfermeiros, com um rácio de enfermeiros para médicos de 8,6:1. Quanto ao perfil dos gestores, apenas três são técnicos pós-graduados em gestão. Das escolas de formação saíram 746 técnicos superiores e médios no ano 2018. Duas áreas principais de melhoria foram citadas pelos gestores como cruciais para resolver os desequilíbrios de RHS: "Empoderamento da liderança" e "Melhoria da eficiência do sistema de informação". Foram identificadas oportunidades para melhorar a formação de estudantes, retenção de RHS e gestores de unidades de Saúde em Cabinda. A definição de políticas de RHS em Cabinda deve centrar-se na melhoria do ensino e da gestão de Saúde, com especial ênfase no empoderamento das lideranças e no reforço da utilização de ferramentas de gestão e sistemas de informação. Desejavelmente, implementando Sistemas de Gestão, Controlo e Garantia da Qualidade. Palavras-chave: Profissionais da Saúde; Qualidade dos Cuidados de Saúde; Gestão da Saúde; Angola
In Angola, the scarcity of human resources for health (HRH) is well known. Lately, there has been a focus on education and professional training structures, as well as the necessary profile of health units’ managers. The general objective of this study was to describe the perceptions of HRH Managers of Primary Health units of Cabinda Province about HRH training and retention. A cross-sectional observational study was performed, with semi-structured interviews supported by a survey, followed by a focus group, addressed at a convenience sample of HRH and Health Units managers in the province of Cabinda. 10 health units participated, where 13 managers were interviewed. As for the HRH profile, there is a majority of nurses, with a ratio of nurses to physicians of 8.6:1. As for the profile of managers, only three are postgraduate technicians in management. Training schools’ output in the previous year was 746 senior and middle technicians. Managers cited two main areas of improvement as essential to address the HRH imbalances in Cabinda: "Leadership empowerment" and "Improving information system efficiency". Opportunities were identified to improve the training of Health students, retention of HRH and managers of Health and training units in Cabinda. The definition of policies for HRH in Cabinda should focus on improving health teaching and management conditions with a special focus on empowerment of leaderships, and reinforcing the use of management tools and information systems. Desirably, implementing Management, Control and Quality Assurance Systems. Keywords: Health Workforce; Quality of Health Care; Health Management; Angola
Descrição: Biomedical and biopharmaceutical research : jornal de investigação biomédica e biofarmacêutica
URI: http://hdl.handle.net/10437/12847
ISSN: ISSN 2182-2360
Aparece nas colecções:Biomedical and Biopharmaceutical Research Vol.19 n.º1 (2022)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
bbr.19.1.274.pdfArtigo1.3 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.