Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/12750
Título: Metilnicotinato aplicado topicamente evoca uma inflamação temporária na pele humana
Topically applied methyl nicotinate evokes a temporary inflammation on human skin
Autores: Andrade, Sérgio Faloni de
Rocha, Clemente
Rodrigues, Luís Monteiro
Palavras-chave: MEDICINA
BIOMEDICINA
PELE
MICROCIRCULAÇÃO
PERDA TRANSEPIDÉRMICA DE ÁGUA
INFLAMAÇÕES
MEDICINE
BIOMEDICINE
SKIN
MICROCIRCULATION
TRANSEPIDERMAL WATER LOSS
INFLAMMATION
Resumo: Algumas substâncias, como o metilnicotinato (MN), têm sido usados em experimentos de provocação na pele humana para estudar o efeito anti-inflamatório de formulações tópicas. No entanto, as respostas da pele ao MN ainda são pouco conhecidas e amplamente variadas. No presente estudo pretendemos contribuir para melhor caracterizar essas respostas. Oito participantes saudáveis foram selecionados. Todos os procedimentos foram aprovados pelo Comitê de Ética institucional. Duas diluições aquosas de MN (0,5% e 1,0%) foram colocadas em contacto com a pele do antebraço por 1 minuto. Após a exposição, as reações cutâneas foram avaliadas clínica e biometricamente nos tempos 30, 60 e 120 minutos e comparadas com a linha de base. As medições envolveram a escala de pontuação clínica do ICDRG e outras tecnologias - fluxometria por laser Doppler, espectroscopia polarizada, medida da perda de água transepidérmica (PTEA) e Ultra-Sonografia de Alta Resolução (USAR). Os resultados mostraram que a aplicação de MN evocou uma resposta máxima após 30 minutos. com um aumento no escore ICDRG entre 1-2. Também provocou mudanças significativas na PTEA, microcirculação e um aumento da hipoecogenicidade dérmica (edema) detectado por USAR. Esses efeitos são compatíveis com uma inflamação localizada de curta duração e reforçam a utilidade do MN para usado como um desafiador seguro e controlável em modelos humanos. Palavras-chave: Metilnicotinato, pele humana in vivo, microcirculação, Perda Transepidérmica de água, inflamação
Some challengers such as methylnicotinate (MN) have been used in human models to study the anti-inflammatory effect of topical formulations. However, MN skin responses are still poorly understood and widely varied. In the present study we aim to contribute to better characterise those responses. Eight healthy participants were selected. All procedures were approved by the institutional Ethics Committee. Two aqueous MN dilutions (0.5% and 1.0%) were left in contact for 1 minute in the anterior forearm skin. Following exposure, skin reactions were clinically and biometrically assessed at 30, 60 and 120 minutes and compared with baseline. Measurements involved the ICDRG clinical score scale and select analytical technologies - laser Doppler flowmetry, Polarised Spectroscopy, Transepidermal Water Loss Meter, and High Resolution Sonography. Results have shown that MN application evoked a maximal response at 30 minutes with an increase in the ICDRG score between 1-2. Significant changes in TEWL and microcirculation were observed, as was an increased dermal hypoecogenicity (edema), detected by HRS. These effects are compatible with a localised shortduration inflammation and reinforce the interest of MN to be used as a safe and controllable challenger in human models. Keywords: Methyl Nicotinate, in vivo human skin, microcirculation, TEWL, inflammation
Descrição: Biomedical and biopharmaceutical research : jornal de investigação biomédica e biofarmacêutica
URI: http://hdl.handle.net/10437/12750
Aparece nas colecções:Biomedical and Biopharmaceutical research Vol.18 n.º1 (2021)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
bbr.18.1.257.pdfArtigo952.42 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.