Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/10119
Título: Automedicação e indicação farmacêutica: protocolo e aconselhamento farmacêutico na temática da diarreia
Autores: Cardoso, Maria Teresa Raposo
Orientadores: Rodrigues, Luís Monteiro, orient.
Palavras-chave: MESTRADO INTEGRADO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS
CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS
AUTOMEDICAÇÃO
INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS
PRÁTICAS FARMACÊUTICAS
MEDICAMENTOS NÃO SUJEITOS A RECEITA MÉDICA
DIARREIA
PHARMACEUTICAL SCIENCES
SELF-MEDICATION
THERAPEUTIC INDICATIONS
PHARMACEUTICAL PRACTISES
NON-PRESCRIPTION MEDICINES
DIARRHEA
Resumo: Em Portugal, o enquadramento oficial da automedicação está restrito ao uso de medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM) em transtornos menores, e no geral transitórios. À semelhança da realidade de outros países desenvolvidos, pode ser útil para a discussão o alargamento do arsenal de MNSRM em Portugal. A literatura científica sugere que a existência de uma categoria de MNSRM de dispensa exclusiva em farmácia, MNSRM- -EF, já implementada em Portugal, contribui para o aumento deste arsenal, tornando de forma mais segura a sua dispensa. Dado as diversas situações passíveis de automedicação e também os casos de incorreta utilização de medicamentos, verificou-se a necessidade de destacar uma patologia, a diarreia, face a um procedimento de intervenção farmacêutica. Deste modo, o presente estudo avaliou o impacto da intervenção farmacêutica inerente a possíveis variáveis, como: avaliar a utilização de antidiarreicos, identificar que tipo de intervenção é efetuada pelo farmacêutico nesta patologia, avaliar o grau de comportamento e conhecimento do utente relativamente à diarreia e ao uso abusivo de obstipantes, bem como elaborar um Protocolo de Indicação Farmacêutica na Diarreia. Recorreu-se a um estudo descritivo e transversal, para analisar o padrão de dispensa de antidiarreicos, com uma componente prospetiva em caracterizar o perfil de utilização da população e a sua incidência, numa farmácia no concelho de Lisboa. A informação foi recolhida por questionários, numa amostra de 5 farmacêuticos, após o preenchimento do consentimento de participação. Os dados foram analisados em ExcelÒ versão 2016. O questionário abordou várias áreas como: a caracterização do padrão de utilização de Antidiarreicos; a escala de adesão à Indicação Farmacêutica por parte do utente, e a avaliação da formação à equipa da farmácia interveniente no estudo. Ao longo da investigação torna-se visível algumas lacunas por parte de conhecimentos da população relativamente a conhecimentos dos vários tipos de diarreia e na utilização de MNSRM para esta patologia. Ao longo do trabalho é sugerido várias áreas para investigação futura. Conclui-se ainda que a Intervenção Farmacêutica é fundamental para o processo de ação educativa da população em relação à gestão da sua saúde, sendo neste caso, aplicada a doentes com diarreia.
In Portugal, the governmental framework for self-medication considers the use of Non- Prescription Medicines (NPM) in minor and generally transient disorders. Similar to the reality of other developed countries, the widening of the non-prescription arsenal in Portugal may be useful for the discussion. The scientific literature suggests that the existence of a “Pharmacy- -only” category, already implemented in Portugal, contributes to the increase of this arsenal, making more safer its dispensation. Given the various situations where we can use the self-medication and there are also many cases of incorrect use of medications. It was verified the need to highlight a pathology, diarrhea, in face of a pharmaceutical intervention procedure. Thus, the present study evaluated the impact of the pharmaceutical intervention inherent to possible variables, such as: evaluating the use of antidiarrheals, identifying what type of intervention is performed by the pharmacist in this pathology, assessing the user's behavior and knowledge regarding diarrhea and to the abusive use of obstipants drug, as well as to elaborate a Protocol of Indication Pharmaceutical in Diarrhea. This is a descriptive and cross-sectional study, that was used to analyze the antidiarrheal dispensing pattern, with a prospective component of characterizing the population utilization profile and its incidence, at a pharmacy in Lisbon. The information was collected by questionnaires, in a sample of 5 pharmacists, after completing the consent of participation. The data were analyzed in ExcelÒ, 2016 version. The questionnaire addressed several areas such as: the characterization of the pattern of use of Antidiarrheals; the scale of adherence to the Pharmaceutical Indication by the user, and the evaluation of the training to the pharmacy team involved in the study. Throughout the investigation, some gaps in the knowledge of the population regarding the various types of diarrhea and the use of NPM for this pathology, are visible. Throughout the work several areas for future research are suggested. It’s also concluded that Pharmaceutical Intervention is fundamental for the process of educative action of the population in relation to the management of their health, being in this case applied to patients with diarrhea.
Descrição: Orientação: Luís Monteiro Rodrigues ; co-orientação: Maria Manuela Teixeira
URI: http://hdl.handle.net/10437/10119
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FINAL Dissertação - Mª Teresa Cardoso .pdfDissertação de Mestrado7.65 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.